TEM SAÍDA?

SÃO PAULO (sei lá) – Ótima entrevista do Bruno Senna para a Vanessa Ruiz, da revista da ESPN. Ele se diz frustrado demais com o primeiro ano na F-1, porque o carro da Hispania realmente não dá. Conta também que não recebe salário para correr e demonstra alguma incerteza com o futuro.

Incerteza que todos têm. Qual o caminho do primeiro-sobrinho? Aos 27 anos, não é nenhum garoto. Vagas não há. Exceto onde está, o que não é nenhum alento. Você continuaria na F-1 nessas condições? Ou procuraria construir uma carreira em outras categorias? Como fazer para viver de pilotar sem salário e sem perspectiva alguma de resultados?

É uma encruzilhada. E eu insisto: erraram a mão na carreira desse menino. Que, claro, não é piloto de ponta, mas está longe de ser um aventureiro. Ao contrário, pelo pouco tempo de pista que tem, demonstra qualidades e muito empenho.

Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
DiO
DiO
11 anos atrás

É matéria de viúva para viúvas!

Orlando Salomone
Orlando Salomone
11 anos atrás

Situação difícil. No lugar dele, me mandava daquele ninho de cobras.