MENU

sexta-feira, 3 de outubro de 2014 - 20:59Televisão

CADA UMA…

SÃO PAULO (mundo doido) – Eu tinha lido um pouco mais cedo e esquecido, e agora o Márcio Vieira mandou o link do “Estadão”. Ainda bem. Porque não dá para passar em branco. Ontem, a equipe do “Top Gear” foi expulsa da Argentina, onde gravava mais um de seus episódios. Motivo: um dos carros levados ao país, um Porsche 928GT, tinha a placa (inglesa) H982 FKL. Veteranos da Guerra das Malvinas interpretaram letras e números como uma provocação. A guerra aconteceu em 1982 e FKL seria uma referência a Falklands, o nome que a Inglaterra dá ao arquipélago em disputa.

Será?

O pessoal da BBC garante que a placa não tem nada a ver com guerra nenhuma e que foi uma infeliz coincidência. Prova disso é que os outros carros levados à Argentina têm placas sem “mensagem” alguma.

Sei que os caras quase apanharam e os carros foram apedrejados. A equipe toda teve de ser levada à fronteira com o Chile e deixar o país.

Na boa? Acho que os argentinos estão malucos.

FKLD82

51 comentários

  1. Joseph disse:

    Acabei de ver os episódios na Netflix e acho que os argentinos fizeram certo. A produção do programa TopGear estrapolou os limites da provocação ao trazer carros com placas que insinuam a um conflito que arrasou a Argentina nos anos 80. Não se brinca com o nacionalismo das pessoas e com guerras que mataram e feriram milhares de pessoas, ainda mais no país alheio. É uma pena que os brasileiros e o seu “complexo de vira-latas” não tenham nenhum sentimento nacionalista e achem graça de tudo. Vide caso Jean Charles, que nunca deu em nada.

    Nessa os Argentinos acertaram. Ponto negativo para os ingleses arrogantes e para a infantilidade que tomou conta do programa Top Gear.

  2. Paulo Pinto disse:

    É muita coincidência contida numa só placa.

  3. Banana Joe disse:

    A guerra foi uma insanidade provocada por generais ditadores argentinos que acabou por matar argentinos…
    Mas a brincadeira é sem graça.
    Se eu tivesse parentes/amigos mortos na guerra não iria achar nem um pouco engraçado.

  4. Grisalho disse:

    Na Argentina tem maluco, tem ladrão, tem pervertido, tem de tudo. Exatamente como no Brasil, na Inglaterra ou em Marte. A `brincadeira´ foi infeliz. Eu não sei se eles sabiam ou não (eu dúvido que não), mas o fato é que em determinados lugares na Argentina é menos perigoso xingar a mãe do cara do que falar qualquer coisa sobre as Malvinas. Aliás, é prudente não citar, em nenhum lugar, a palavra Falklands. É uma cicatriz aberta…não cabe a quem esta fora discutir ou questionar… Se coloquem no lugar deles…O país esta quebrado, numa m…de dar dó, e vem um cara de fora brincar com algo que para eles não é brincadeira. Então, ficou barato eles só terem sido expulsos sem os carros terem sidos incendiados…

  5. Juvenal Jorge disse:

    Parece aquele caso da moça morta pela população em Cubatão, onde um idiota inventa uma mentira, coloca na porcaria do facebúqui e um monte de gente acredita.
    Malucos inuteis !

  6. Nelson disse:

    Acho que fizeram uma piada de gosto duvidoso. Mas os hermanos são malucos sim, principalmente em querer e dizer serem suas as Falklands. Bolas, os ingleses estão lá ha mais de 150 anos, nunca nenhum argentino
    viveu por lá, os escoceses foram, habitaram, produziram e sempre escolheram continuar ingleses por varios plebicitos e os bobos quiseram tomar na marra, primeiro para maquiar a ditadura e em segundo lugar porque o que era só pedras, virou um campo com petroleo. Já pensaram quantas ilhas no mundo seriam motivo de briga se este prescedente fosse à frente. Argentinos, cuidem bem dos seus ótimos vinhos e deixem as ovelhas para os britânicos e parem de encher o saco !!!

  7. Darcio Michele disse:

    Bem feito, Não tinham nada que fazer naquele paíszinho…

  8. Luis disse:

    O humor britânico acrescido do sarcasmo padrão do Clarkson. Mesmo que não tenha sido proposital – o que eu acho difícil – a fama os precede.

  9. antonio stricagnolo disse:

    Tenho uma sugestão para os amigos vizinhos,é só desenvolver uma tecnologia adequada para construir caças,porta aviões,bomba nuclear,equipamentos individuais como pistola,fusil,capacete de fibra de carbono,etc… e treinar um pessoal no minimo igual aos navy seals e partir para a tomada da ilha,senão é ficar quieto se fazendo de tonto.

  10. ALEX B. disse:

    Agora, depois de mais uma asneira portenha, devem ir pra frota particular da Imperatriz Cris!

  11. Wolfpack disse:

    Quem conhece as figuras sabe que humor sarcástico é a marca do programa. Fizeram sim com interesse em esculhambar los hermanos. Fizeram bem os argentinos e explusa-los. Esculhamba mas não esculhaxa…

  12. tevez disse:

    Lembre Gomes que ele uma vez atravezou o estado de alabama celebre pelo seu conservadorismo com carros pintados a favor do casamento gay e ahi sim foi enquadrado por um maluco com um fusil e tiveram ser carros apedrejados…Também este sujeito pousou na alemania com avioes de guerra da 2da guerra mundial e agitando bandeiras bandeiras>>> Os argentinos não estao tao malucos nao

  13. tevez disse:

    A placa foi proposital sim…Quando foi falado que era demais na opiniao de um jornal ingles ele mandou o jornal se fuder..

    Foi dar uma de gostoso. Porem ferindo sentimentos de gente que sofreu com isso….

    Já pensou o alemães fazer isso com uma Mercedes placa V2 em londres?

  14. Marcio K disse:

    Adoro o Top Gear, mas conhecendo o Clarkson, não é de duvidar que tenha sido proposital…

    Ele adora uma piadinha de guerra, geralmente com alemães (quem nunca viu aquele episódio que eles fazem um comercial pro VW Scirocco e o do Clarkson é com a frase “VW Scirocco. Berlim to Warsaw with one tank”?) e com franceses (que se rendem para qualquer coisa). Ou o problema com o Mexico.

    Claro que eles vão negar – mas fiquei curioso para ver como isso vai sair no programa.

  15. Lucas disse:

    Malucos? Teriam era que confiscar os carros e proibir a entrada dos responsáveis para sempre do país. O Brasil é que muito conivente com os absurdos que fazem os outros países….

  16. FL disse:

    Ninguem percebeu a placa do vermelinho: KNG (United KiNGdom)

  17. Fernando Linhares disse:

    Adoro o Top Gear. Não foi provocação. Não e o estilo deles mexer com este tipo de assunto. Eles são pacíficos. Ingleses se auto-sacaneam e não sacaneam os outros. Certamente eles vão explicar isso no especial se e que vai ter.

  18. Gagio disse:

    O Lotus Vermelho é o “Rei do 69 número 2”

  19. JOANNIS disse:

    OS HERMANOS FIZERAM MUITO BEM,ISTO FOI UMA PROVOCAÇÃO SIM

  20. Rafael Banzales disse:

    Respeito a qualquer pátria sempre deve ser levado a sério. Se os argentinos sentem-se agredidos, seja feita a vontade deles. A terra é deles, logo os ingleses desçam do cavalo e sigam as regras. Não podem usar um Porsche 928 de algum proprietário argentino? Não existe um exemplar desses lá? O Spirit acredito que não tenha, mas pode-se fazer com qualquer outro carro. Querem fazer com o Spirit, peça uma licença provisória para o governo. Apoio nossos conterrâneos sulamericanos nesta crítica.

  21. Ricardo Bigliazzi disse:

    Em 1982 os Argentinos nem sabiam de que lado as balas vinham… tomaram uma surra de uma Força Naval que teve que cruzar o Atlântico para expulsa-los de uma terra que nunca foi deles.

    Fica a vergonha… agora quiseram a revanche, mais uma vez contra caras desarmados e indefesos.

    Como diz a velha piada: “o melhor negocio do mundo é comprar um Argentino pelo que ele vale e revende-lo pelo preço que ele pensa que vale”.

  22. beto disse:

    Baita sentimento de inferioridade.
    Psiquiatra resolve

    • Dilor disse:

      Não seja tão simplista Beto. Analise a história política e econômica da Argentina e veja os motivos que a levaram provocar uma guerra numa região de clima tão inóspito com um adversário muito superior tecnologicamente. Certos ou errados os argentinos envolvidos no conflito sofreram muito e tudo isto está muito fresco na memória visto ter acontecido apenas há três décadas. Foi sim uma provocação e acho a reação natural. Sentimento de inferioridade seria abaixar a cabeça e achar que tudo não passou de coincidência ou de “humor inglês”.

  23. Adriano Silva disse:

    Provocação ou não, era algo perfeitamente evitável. A produção da BBC não é uma equipe de feira de ciências, teriam como se antecipar a isto se quisessem. E claro que os veteranos argentinos estão malucos. A guerra não deixa ninguém normal..

  24. Javier disse:

    FLAVIO, SOU ARGENTINO E MINHA MAE TRABALHOU NO HOSPITAL DA FORÇA AEREA DURANTE A GUERRA. ELA FICOU A VIDA INTEIRA CHOCADA PELO QUE VIU. ESSA GUERRA MARCOU MUITO NA MEMORIA DOS ARGENTINOS, ENTAO OS BRITANICOS TERIAM QUE PENSAR VINTE VECES ANTES DE FAZER QUALQUER COISA NO TERRITORIO ARGENTINO. ELES SEMPRE ESTAO TESTANDO ATE ONDE NOSSO SENTIMENTO A MALVINA ALCANSA, E EU VOU DIZER QUE É MUITO GRANDE.

  25. Gilberto disse:

    Os argentinos estao malucos, sim, mas no Brasil a patrulha que esta por ai ia fazer a mesma coisa.

  26. jrg disse:

    Para os adeptos de teorias da conspiração e que se sentem inferiorizados, a reportagem do FlatOut mostra que a placa é original do Porsche e não foi adulterada:
    http://www.flatout.com.br/top-gear-e-apedrejado-na-argentina-apos-polemica-envolvendo-jeremy-clarkson/

    Mas que coincidência infeliz!

  27. Ton disse:

    Quem atacou a equipe foram pessoas que estiveram na guerra, por isso é fácil de entender o motivo, gente morreu, provavelmente amigos e familiares dessas pessoas, entender o humor inglês nessa hora é difícil… ainda mais quando Clarkson é mundialmente conhecido pelo humor negro que tem…

    bem agora é esperar para ver o que eles vão dizer sobre o ocorrido e ver como o especial será.

    mas que eles devem ter se borrado ai isso devem….

  28. Sylviojr disse:

    Na boa Flavio, acho que los hermanos fizeram bem. Não devemos brincar com sentimentos alheios.

  29. Marcus Santos disse:

    A guerra ocorreu em 1982, numa ilha que os ingleses chamam de Falklands. A placa é H982 FKL e não é de propósito?? Sério???

  30. Marluws Costa disse:

    Também acho que a reação foi exagerada, mas que foi provocação, foi. Hahaha.

  31. Evandro disse:

    Provocaram sim, afinal você não acha que um programa sendo gravado em outro país não suscitou antecipadamente a tomada de um milhão de providências, documentações, preparações, adaptações?????? Ou a BBC deixou de ser BBC. e passou a ser uma mera empresinha de reportagens descuidada???? Aquela placa foi escolhida à dedo.

  32. Daniel disse:

    “infeliz coincidência”!!!??? Acho o comportamento dos caras absolutamente compreensível! Esses ingleses ficam bolinando a Europa inteira, principalmente os franceses, e os caras não fazem nada!

  33. Jason Vôngoli disse:

    Conhecendo o histórico do Jeremy Clarkson, acho que foi provocação. O cara está virando uma espécie de Rafinha Bastos do universo automotivo…

  34. AS disse:

    Argentinos… e Ingleses completamente malucos pq somente a insanidade pra manter uma ilhota cheia de pedras, pinguins, focas a milhas e milhas distante da Inglaterra e ainda ter a antipatia do povo argentino… Deveria doar e pronto… o dólar nao iria oscilar nada… nada.

    • FAB1000 disse:

      A questão não só desse arquipélago, mas como de outros no hemisfério sul por países do hemisfério norte, é o posicionamento estratégico militar, em caso de guerra. ;-)

      Sobre a placa, é óbvio que foi provocação, tentando passar desapercebido com a suposta mudança do número do carro, para chacotear depois de tudo gravado. Quem tem um veículo, e pode escolher a placa do mesmo, não iria optar por um parecido. Imagina o dono de uma Ferrari escolhendo a placa 521, ou um Porsche 191? E as letras então… não pode nem ser chamado de piada de mal gosto. Foi afronta mesmo.

  35. Clésio Luiz disse:

    Olha Flávio, quem acompanha o Top Gear sabe que o tal de Clarkson é provocador. Não é a primeira vez que rola uma polêmica com o que diz ou fala. A diferença é que agora ele foi mexer com quem tem sangue quente, na casa deles. Pode apostar que sim, a placa foi escolhida à dedo.

    Não aprovo nem condeno o que os argentinos fizeram, mas que o Jeremy tem que descer do pedestal dele, isso tem.

  36. Deni Williams disse:

    Antes tivessem vindo para cá e feito um especial por aqui.
    Podiam ate vir com a placa “0701 GXB” que o pessoal ia entrar na zoeira.

  37. Caipira disse:

    Arrrrentino adora depre, psicologo, psiquiatra, no creyen en brujas, pero creyen que las hay, si senor. Eh so olhar a presidenta deles. Nao estao errados, estao?

  38. josé marinho disse:

    one hundred percent yes, europeus não perdem uma chance de pisar em latino americanos ou se mostrar superiores, oue eu to maluco também, só de eu ver a numeração da placa pensei a mesma coisa.

  39. Squa disse:

    O vermelhinho é pra homenagear Martin Luther King

    • cerberosph disse:

      N269 KING para mim é Killer= assassinados 269 é a quantidade de Ingleses mortos no conflito, contando com os ilheus, Dizem que a placa do outro carro era a quantidade de argentino mostos. Ainda alegam que foi coincidência. Eles pensaram: vamos la no pais deles tirar onda com esses macacos sulamericanos e eles nem vão perceber. Bem feito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *