ESQUISITICES

O que explicaria esta asa de Vittorio Brambilla? Quero ver quem acerta o ano e o local…

brabillasa

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Bola da Vez
Bola da Vez
3 anos atrás

Vai ver é pra carregar dois pilotos, um de cada lado, que quebraram seus carros na volta final da corrida.

CRSJ
CRSJ
3 anos atrás

Vai ser melhor tentar consultar o engenheiro que projetou pra pedir uma explicação convincente do que escrever uma besteira qualquer.

Fabio
Fabio
3 anos atrás

Meu idolo!!!!

Amaral
Amaral
3 anos atrás

Chutaria que essas esquisitices aí foram no ano em que ele ganhou a única corrida dele. Não lembro agora qual foi.
Mas isso aí na hora me fez lembrar os fogões de antigamente, que tinham uma aba de cada lado pra apoiar panela, servir de prateleira, pra criança se pendurar e fazer merda, essas coisas. Eu mesmo tive um que durou mais de vinte e cinco anos na minha casa, amarelo, simples, funcional, sem reloginho e sem acendimento automático, mas muito mais durável que essas coisas high-tech descartáveis de hoje em dia.

Darcio Michele
Darcio Michele
3 anos atrás

Parabarro? Para-barro?

Cristiano
Cristiano
3 anos atrás

Já responderam, foi aquele Brambilla em Silverstone 1975, o GP que choveu no final e que teve um amontoado de carros na última curva, Brambilla largou em 5º e chegou em 6º, então a trapizonga fez um pontinho. Emerson venceu, Pace 2º, Scheckter 3º. Mais bizarro ainda que só completaram andando Emerson, Brambilla, Lauda, Jones, Andretti e Regazzoni, do 2º lugar ao 5º estavam envolvidos no acidente.

Amaral
Amaral
Reply to  Cristiano
3 anos atrás

Então foi tipo acidente da F-E, em que se dois se embolarem o resto para igual engarrafamento na Avenida Brasil. Só que mais emocionante!!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Cristiano
3 anos atrás

Pelo que me lembro a prova foi extra-oficial

Dimaz
Dimaz
3 anos atrás

foi primeiro f1 para 3 pessoas da história…leva um no volante e 2 de pé nas laterais da asa traseira

Amaral
Amaral
Reply to  Dimaz
3 anos atrás

Bons tempos em que podia se pegar uma carona pra economizar sapatilha até os boxes.
Hoje se o cara sentar naquele carro morre eletrocutado.
Isso até usarem forro isolante de eletricidade nos fundilhos dos macaões, aí volta ao normal.

Cesar Eugênio Dias
Cesar Eugênio Dias
3 anos atrás

Era usada como churrasqueira depois da corrida

Amaral
Amaral
Reply to  Cesar Eugênio Dias
3 anos atrás

É só pôr um fogareiro embaixo. Ou mesmo aproveitar o calor do motor.
Em tempos de MGU, TCU, LDU, CSA e outras siglas, é só apertar o botão do acendimento automático e jogar o bife em cima, já temperado, de preferência. Um fio de óleo, manteiga ou azeite ajuda. Mas passaria um “Veja” (o produto de limpeza, não a revista) antes pra tirar o excesso de óleo, poeira e borracha de pneu de cima da chapa.

Paulo F.
Paulo F.
3 anos atrás

É que esta abaixo da linha dos pneus . Se estivesse acima ….. Fora da zona de turbulência…
Em que ano? Sei não mais que as coisas eram mais legais que hoje, com certeza.
Aonde ? Albion !

Ricardo
Ricardo
3 anos atrás

Triste notícia. Apesar da gravidade do problema e da idade, tinha plena convicção de que o veria novamente nas corridas. Uma pena.
Toda a vez que tento realizar alguma ação no blog surge uma página que não tem nada a ver.
Vírus?

Comentarista Crítico
Comentarista Crítico
3 anos atrás

Que ano é esse Flávio? Quando você pensa que as desgraças deram um tempo, eu acabo de ver que Niki Lauda morreu.

Rodrigo Lamonato
Rodrigo Lamonato
3 anos atrás

Melhorar o perfil aerodinâmico e otimizar a passagem do fluxo de ar pela traseira, já dizia o poeta, ou dizia algo parecido.

Paulo Pinto
3 anos atrás

FG, o Mito morreu.

Ilmar
3 anos atrás

Pela mureta do pit lane, e pela tomada de ar da March, imagino que seja Silverstone, 1975.
Deve ser outra artimanha aerodinâmica para provocar melhor efeito-solo e maior velocidade, outro prenúncio do carro-asa (como o que a própria March fez quatro anos antes, em 1971).
Mas se deu certo, acho que não. Isso pra mim está mais pra ”carro-arado”, rsrs.

Luiz Carlos Barbosa
Luiz Carlos Barbosa
3 anos atrás

Gostava de ver aquele carro laranja com patrocínio da Beta, em tempo acaba de falecer a lenda Niki Lauda !!!

Marcelo Saldanha da Silva
Marcelo Saldanha da Silva
3 anos atrás

Vou chutar o GP, essa é a parte mais difícil, é o GP Inglaterra acho pela distância do pit lane. O ano é o de 1975 pelo formato do periscópio (tomada de ar)

Jean-Philippe THERY
Jean-Philippe THERY
3 anos atrás

Silverstone

Jean-Philippe THERY
Jean-Philippe THERY
3 anos atrás

March Ford 751
Grande Prêmio da Inglaterra, 19 de Julho 1975

jose picao
jose picao
3 anos atrás

parece um cortador de grama adaptado numa tobata