MENU

sábado, 25 de maio de 2019 - 12:19F-1

STREET ART (5): POBRE CHARLES

mons192

Consolando Leclerc: a lista de barbeiragens da equipe só aumenta

RIO (aff…) – O que a Ferrari faz de cagada, desculpem o termo, não está no gibi.

(Um pouquinho de cultura para os mais jovens, que provavelmente nunca leram um gibi, mas já devem ter escutado a expressão. “Gibi” era o nome de uma revista em quadrinhos lançada em 1939 por Roberto Marinho, aquele. Ficou tão popular que o nome — cuja origem vem de outro significado da palavra “gibi”, usada para se referir a meninos traquinas, espevitados, indomáveis, moleques e até negrinhos, com toda a carga racista da época, não nos esqueçamos de que este é um país absolutamente racista, por mais que o tema encha o saco do presidente da república — virou sinônimo desse tipo de publicação. Gibi, pois, é o mesmo que revista em quadrinhos. E a expressão “não está no gibi” é usada para descrever fatos tão inusitados que parecem mentira, tão mentira que nem nos quadrinhos a gente vê.)

Agora pela manhã em Mônaco conseguiu deixar Leclerc empacado no Q1 ao não liberar o monegasco para uma segunda tentativa de volta rápida na primeira parte da classificação mais importante do ano, considerando que o tempo que ele tinha era suficiente para passar tranquilo. Charlinho tinha uma volta registrada em 1min12s149. Não era grande coisa. O piloto queria voltar à pista, segundo ele mesmo, mas o time achou que estava bom. Pra quê, menino? Fica sossegado, vai na nossa que você passa de ano.

Por 0s052, o ferrarista perdeu a vaga para Nico Hülkenberg, da Renault. Mas nem era com ele que estava disputando nada. Charlinho tinha carro para ir ao Q2 sem sustos, e quem penava mesmo com a corda no pescoço era seu companheiro Vettel, que quando o cronômetro zerou ainda estava na pista com um tempo insuficiente para passar de fase — vinha de uma batida no último treino livre, no qual, vejam vocês, Leclerc havia sido o mais rápido.

Mas Sebastian acabou fazendo o melhor tempo do Q1, mostrando que carro não se configurava exatamente num problema — tudo era questão de acertar uma voltinha decente, algo que Charles já poderia ter feito se a equipe não o segurasse inexplicavelmente no box. Ironia do destino, foi essa volta de Tião Italiano que enxotou da sessão o moço local, nascido e crescido nas comunidades menos abastadas de Monte Carlo, Fontvieille, La Condamine, Roquebrune e da barra-pesada Cap-d’Ail, onde dizem que é uma lenda.

Lec-Lec ficou obviamente puto. Falou que a Ferrari lhe devia explicações, que até o momento em que redigimos este compêndio ainda não foram fornecidas a ninguém. “Eu tinha tempo de sobra para colocar um novo jogo de pneus”, disse o rapaz das bochechas rosadas depois de abortar uma segunda tentativa de volta rápida e se atrapalhar na pesagem — a equipe teve de empurrar o carro de volta para a balança. Ocorre que, pelo rádio, seu engenheiro falou que “achava” que não precisava. Ele até perguntou de novo, mas a resposta foi a mesma: “Tá tudo bem, relaxa!”.

A Leclerc, na roda dos degolados do Q1, juntaram-se Pérez, Stroll, Russell e Kubica. A Force India, ou “seja lá que nome tem isso aí”, como diz Raikkonen, assumiu o posto de decepção do fim de semana, que a Renault vinha tentando conquistar desde quinta.

No Q2, as coisas foram menos anormais. A lista de eliminados teve Hülkenberg, Norris, Grosjean, Raikkonen e Giovinazzi. Surpresa, aí, a queda dupla da Alfa Romeo, que tinha começado bem o fim de semana. Achei que pelo menos um deles passaria ao Q3, mas quem avançou, para espanto geral da nação, foi Ricardão com seu Sandero amarelo. No mais, Sainz Velocidad superou Mini Norris, Magnussen renasceu das cinzas e os dois touros vermelhos dos carros azuis confirmaram a condição de “equipe da hora”, levando Kvyat e Albon para a turma dos dez mais rápidos.

mons193

Aí, valeu mais uma vez o talento de Hamilton, que vinha sendo superado por Bottas na maioria dos treinos. “Fiz uma volta linda”, falou. Os tempos aí em cima não me deixam mentir. O inglês até escalou o alambrado no melhor estilo Hélio Castroneves para festejar junto ao público e comemorou com um entusiasmo incomum a 85ª pole de sua carreira. Talvez porque tivesse percebido que estava difícil, mesmo, diante da boa forma do companheiro. Mas Sapattos cometeu “alguns erros”, como disse, na sua segunda tentativa e ficou 0s086 atrás.

mons194

No alambrado: Hamilton como Helinho

Os carros da Mercedes, em Mônaco, estão de “boné vermelho” como Lauda, que vem recebendo muitas homenagens desde quinta-feira. O halo foi pintado na cor dos bonezinhos que Niki usou por décadas depois do acidente de 1976 na Alemanha.

Ele venceu duas vezes em Monte Carlo, em 1975 e 1976 — ambas pela Ferrari. Hamilton também, em 2008 com a McLaren e em 2016 com a Mercedes. Se ganhar amanhã, certamente vai dedicar a vitória ao austríaco que, de certa forma, funcionou como seu guru nos últimos anos. “Éramos parceiros no crime”, disse, sem explicar direito o que andava aprontando por aí com Lauda.

E a chance de ganhar mais uma é enorme. Com as contribuições inestimáveis da Ferrari, uma sexta dobradinha seguida da Mercedes nesta temporada é o desfecho mais provável deste domingo.

Sendo assim, torçamos por uma chuva marota para ter alguma graça. Não que os prateados na frente não tenham valor — há beleza no domínio que algumas equipes impõem na história, sempre disse isso. Mas uma dose de imprevisibilidade sempre ajuda em qualquer competição. Algo que está faltando na F-1 faz algum tempo.

mons191

Halo vermelho: o “boné” em homenagem a Lauda

48 comentários

  1. Glauco Tavares disse:

    A Ferrari está fazendo com Leclerc o mesmo que fez com Kimi. O foco do trabalho é única e exclusivamente para Vettel e o outro piloto que se vire sozinho, ninguém pensa em estratégia para o segundo carro, ninguém se preocupa se está tudo ok ou se falta uma peça ou um acerto no segundo carro… Ele está ali apenas para fazer número. Este tipo de comportamento parece fazer parte da cultura da equipe, não importa quem é o chefe ou se o piloto escolhido para ser o primeiro vai bem ou não. O fracasso deste tipo de gestão nos tempos pós Schumacher parece não ter efeito sobre a mentalidade da equipe. Eles não mudam e pelo jeito não mudarão tão cedo.

    • Alfredinho disse:

      Sua opinião está equivocada, Glauco. A equipe estava fazendo o mesmo com o Vettel, se o alemão não metesse o pé nos últimos segundos com pneus de classificação. O problema é que o Boss da Ferrari não tem a mínima condição de comando. Acredito que o mesmo será substituído em pouco tempo.

  2. Sandro disse:

    Isso sempre aconteceu na ferrari nos últimos anos mas como era com o pobri Raikkonen ninguém ligava, já era um expiloto em atividade para muitos. Foda-se o Leclerc. Bem feito
    #GogoKimmi7

  3. Sandro Marques disse:

    Uma chuvinha, confusão, ponteiros entrando no box na hora errada, Ricciardo surpreendentemente assumindo a ponta, Leclerc alucinado em segundo. Disputa ferrenha até o final com o australiano não resistindo ao ataque do monegasco. Na luta pelo terceiro lugar, Hamilton que vinha segurando a posição depois das trocas de pneus se enrosca com Verstappen, os dois ficam fora abrindo caminho para Albon que vinha num já excelente quinto lugar. Final: Leclerc em primeiro, Ricciardo em segundo e Albon em terceiro. O GP de Mônaco quase sempre é sonolento, mas por vezes bem movimentado. Sonhar não custa nada

  4. Sandro disse:

    Nota zero para a Ferrari pela espetacular estratégia de ordenar que Leclerc ficasse nos boxes pois achava que tinha tempo suficiente para ir ao Q2! Não tinha! Deu no deu! Um desastre épico!

  5. CRSJ disse:

    Leclerc é a parte sacrificada da Ferrari, se alguma coisa arriscada ou diferente for feita pela equipe vai ser em cima dele. Pobre Leclerc!

  6. José Roberto Pedreira disse:

    Mônaco sempre tem surpresa, uma Renault tem muita a mostraR.

  7. Televino Desmemoriado disse:

    Apenas passei por aqui para elogiar essa mudança no seu blog, ficou bem melhor com o Terra, embora visualmente não tenha mudado nada. Explico: no meu velho e surrado Windows Phone, o blog anteriormente travava direto. Ontem acessei e, pra minha surpresa, não travou nenhuma vez!
    O UOL na minha opinião andou fazendo muita bobagem no layout dos seus sites ultimamente. Os blogs eram perfeitos, eu diria, pois ao final de cada post tinha o link para o anterior e para o próximo, carregando um post por vez e ficando mais leve. No entanto, neste ano eles mudaram os blogs empilhando todos os posts de uma vez, com comentários e propagandas entre um post e outro, de forma infinita. Ficou uma porcaria para se navegar entre os posts, e bem pesado também. Só o Juca Kfouri conseguiu manter um pouco do layout anterior, em que vc visualiza somente os títulos dos posts e não carrega tudo, mas não há mais os links “anterior/próximo”.
    Fica a dica também para seu blog: carregar inicialmente a página só com os títulos e, dentro de cada post, os links para os posts anterior e próximo, fica bem mais leve. Ainda mais que neste blog tem bastante fotos e vídeos.
    Mas essa mudança para o Terra já melhorou bastante de imediato.

  8. Guilherme Freitas disse:

    Culpa Leclerc também. Porra, porque não brigou com a equipe para ir a pista. Aceitar pacificamente a ordem do time sabendo que poderia ser prejudicado? Ele mesmo pelo que o texto cita estava inseguro sobre o tempo (Ocorre que, pelo rádio, seu engenheiro falou que “achava” que não precisava. Ele até perguntou de novo, mas a resposta foi a mesma: “Tá tudo bem, relaxa!”.). Quebra o pau e vai pra pista. Piloto precisa ter atitude e personalidade também.

  9. Comentarista Crítico disse:

    Flávio, já sabe dessa novidade?
    http://www.autoracing.com.br/f1-devera-ter-novo-regulamento-de-motores-em-2025/
    Bicho, nunca vi a FIA ficar tão passiva diante de uma hegemonia a ponto de não fazer nada pra acabar com a mesma como atualmente. Que decadência! RIP F1.

    • foc disse:

      Assista vídeos da Williams com suspenção ativa e veja o que é hegemonia na F1. Sempre foi assim e acho que sempre será. Duas equipes disputam o resto olha.

      • Comentarista Crítico disse:

        Cara, tu quer comparar uma equipe que não foi Campeã mais que 3 anos seguidos, com uma que já é Campeã há 6 anos seguidos e pode completar uma década sendo Campeã? É sério isso?

      • Mauricio disse:

        Não era assim até meados dos anos 1980. É só acompanhar a Formula 1 das décadas de 1960, 1970 e 1980 para ver que tínhamos umas quatro equipes com condições de vitória, fora que havia uma possibilidade de zebras, pois havia mais quebra dos carros.
        A Formula 1 começou a ficar com essa cara chata em 1988, quando a McLaren venceu 15 das 16 corridas… depois veio o domínio da Williams, McLaren-Mercedes, Ferrari, Red Bull e Mercedes… Uma ou outra temporada teve um pouco mais de equilíbrio… desde aquela época a Formula 1 entrou em um círculo vicioso do qual não conseguiu se livrar… e pelo jeito não vai conseguir… a Liberty parecia que iria inovar, mas é muito marketing para pouca produtividade de fato… não há grandes diferenças da gestão do Ecclestone nos últimos anos…
        Acho que a Formula E pode mesclar tecnologia e equilíbrio, e suplantar a Formula 1 a médio prazo, se nada for feito.

  10. Rogerv disse:

    Não Sou fã do holandes, mas queria ele na Mercedes para entender o que o poderia dar…. a mais, a prateada…..

  11. Rogerv disse:

    CHUVA please…… muita!

    • Comentarista Crítico disse:

      É nessas condições que #44 fica mais inspirado que nunca. Max também anda muito bem nessas condições. Tem possibilidade dela na corrida de amanhã. Se ela aparecer, o jeito é torcer pra uma performance de Max a lá Brasil 2016, mas pra ele vencer, vai ter que ter uma sorte maior que o #44 nos boxes. Se a corrida tiver chuva, SOMOS TODOS MAX.

  12. Comentarista Crítico disse:

    O Leclerc além de ter a equipe conspirando contra ele, está com um azar terrível. No Bahrain liderava com folga e de repente o carro deu problema e o moleque só terminou no pódio graças a um Safety Car armado. No Azerbaijão, vinha com tudo pra ser pole e deu aquela batida típica de barbeiro. E agora o cúmulo acontece em Mônaco na casa do moleque. Esse azar do Leclerc me fez lembrar de um tal de Astrólogo que comenta aqui as vezes e disse uma vez que esse ano seria desfavorável pro Lec-Lec. Ele tá acertando em cheio.

    • Paulo Pinto disse:

      Não é conspiração, é amadorismo. Vettel também ia descer a ladeira, se ele não tomasse a decisão de voltar para a pista no minuto final do treino.

      • Segafredo disse:

        kkkkkkkkkkkkkk………….olha a matrix de vcs Schukruzetes, hahaha……..

        Quer dizer que a decisão foi do Schukrute de voltar a pista??? só vcs mesmo……….tudo pra enaltecer um pouquinho que seja, o piloto mais medíocre da década!

  13. Igor disse:

    Nesse ritmo, acho que o Hamilton chega próximo ao número de vitórias do Schumacher esse ano.

  14. Zé Clemente disse:

    Se cair essa possível chuva, e se assim o menino do município em questão tiver uma milagrosa chance de ir no pódio, vai voar meme até na lua. Particularmente eu daria muita risada, seria a corrida do ano.
    Torço pro garoto.

  15. Jean disse:

    Cara, já não era pra ter mandado embora esse novo chefe da Ferrari?
    O cara não dá uma dentro, pqp.
    Porra Ferrari! Porra! Esse ano tá foda, torcer pra Ferrari e pro Operário TA FODA.

  16. Joubert disse:

    Falou, falou e não disse nada… Só tornou pública sua mágoa,… Mas faz parte! Gostaria que a corrida fosse movimentada pelo menos amanhã… Alguma surpresa na largada… Mas sinceramente? Não estou esperançoso não… Capaz de Hamilton disparar na largada… Tá ficando difícil acompanhar a F1 esse ano… Chega logo 2020!

  17. Ron disse:

    A Ferrari parece estar dando um castigo ao Leclerc depois dele ter se mostrado meio rebelde ao modo como ela trabalha. E foi logo na terra do cara. Esse filme a gente já viu.
    Por outro ponto de vista, esse jeito da equipe aparentemente proteger o Vettel, segurando o novato que está visivelmente com mais vontade, está começando a ficar ridículo e daqui a pouco vai parecer, guardadas algumas diferenças, com a situação de McLaren e Alonso.
    Se não tiver chuva ou safety car para “alegrar” a corrida, Hamilton provavelmente leva.

  18. Renato F1 disse:

    Mais uma pole para a Mercedes. Primeira fila. Se não fizerem besteira amanhã (a largada será tensa), tem tudo para ser uma dobradinha. E tomara que venha com volta mais rápida, para fazer barba, cabelo, bigode (em homenagem ao Dieter Zetsche) e completar colocando o boné (em homenagem a Niki Lauda).

    A ordem da dobradinha tanto faz. Quem fizer a volta mais rápida, também tanto faz (estava divertido em Baku a disputa entre os pilotos da Mercedes até o Leclerc colocar pneus novos para fazer a volta mais rápida). Eu quero os 44 pontos possíveis para a equipe.

    Vai Mercedes (com as homenagens)!

  19. kalil01 disse:

    o monegasco está sendo tripudiado pelos parças da vedettel
    parece o óbvio ululante
    talvez a melhor coisa para leclercque seja saltar fora dos vermelhos
    “‘de cabelos oleosos”
    https://www.youtube.com/watch?v=wPmTp9up26w
    ou ‘italian trash”
    https://www.youtube.com/watch?v=UzeEc1pRNFo
    kkk

  20. Segafredo disse:

    Sinceramente……….. como pode o torcedor do Schukrute, não se atentar pra mediocridade desse piloto, e mais ridículo ainda, as manobras que a equipe “inventa” para protegê-lo. É vergonhoso para ambos, Vettel e Ferrari……….e parece que já perderam a vergonha de escancarar isso.

    O Merdinha holandês, como eu havia dito, não tem a mesma categoria do seu antigo companheiro, e vai ter de ir pra cima da Mercêdes já na largada, pois perdeu a chance de encaminhar a vitória mais que possível para a RBR………….por falar em Ricciardo, se alguém ainda não sabe o naipe de piloto que é, basta olhar para o treino de hoje e ver o que alcançou para a Renault, ficando apenas a 1seg do temporal do Mirtão quando todos sabemos a bosta de carro que a montadora francesa fez pra temporada.

    Esperemos por acidentes e safety-car para apimentar a corrida, porque senão, Mirtão abocanha, merecidamente pela pole de hoje, mais uma vitória!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>