GRANDE BRETANHA (1): TUDO NORMAL

ing191

RIO(casa cheia) – Como se imaginava, as coisas voltariam ao normal em Silverstone, depois da espantosa vitória de Verstappen na Áustria. A Mercedes fez 1-2 no primeiro dia de treinos para o GP da Inglaterra depois de um breve susto matinal, com Gasly (!) em primeiro. O asfalto novo do circuito britânico e as rajadas de vento que vêm de não sei onde e vão para o infinito pegaram alguns pilotos de surpresa e viram-se algumas rodadas e escapadas de pista aqui e ali.

Nada muito dramático, exceção feita a Grosjean, que além de rodar conseguiu bater na saída dos boxes sozinho no primeiro treino livre. A chapa está mais do que quente para o francês, que erra demais e entrega de menos.

Bottas foi o mais rápido do dia, com Hamilton 0s069 atrás. Depois vieram Leclerc e Vettel, Gasly e Max e Norris e Sainz Jr., sempre em duplas. Exatamente a ordem do Mundial de Construtores. A “média da vez” (vamos tirar a McLaren dessa turma) foi a Toro Rosso, com Albon em nono e Kvyat em 11º. A Honda tem do que se orgulhar.

Silverstone, faltou falar nesta semana, renovou seu contrato com a F-1 por mais cinco anos. E a Rich Energy segue com a Haas depois da zona do começo da semana, descrita por seu barbudo CEO como “golpe” de acionistas minoritários não identificados.

Muito louca, essa história.

[bannergoogle]

 

Comentários