MENU

segunda-feira, 6 de março de 2006 - 11:39Automobilismo brasileiro

Piquet Jr. II

SÃO PAULO (já falo sobre a corrida, calma!) – Nelson Piquet fala na sua coluna de hoje no Lance! (sem link, tem de cadastrar, é uma chatice) sobre a estréia de seu caçula Pedro Estácio, 6 anos, no kart. O garoto fez pole, melhor volta e ganhou no circuito do Guará, em Brasília.

“Ele encheu meus olhos de alegria”, diz Nelson. “Estava mais calmo do que eu.” Piquet também fala que foram os 20 minutos mais longos de sua vida (do pai, não do filho).

Sou historicamente contra colocar crianças de 6 anos para competir de certas coisas, mas esqueçam minha opinião. Quando Nelson diz que foram os 20 minutos mais longos da sua vida, sei exatamente do que está falando.

Longa vida aos Piquet.

13 comentários

  1. julio ribeiro da sil disse:

    Historicamente contra, mas se for o filho do piquet tudo bem….eu entendi errado….o que não faz o corporativismo de todas as espe´cies no Brasil!!!!!

  2. Jovino disse:

    Sobre a vitória do Pedro Estacio, filho do Piquet, abaixo, coluna dele no Jornal de Brasília.

    “O talento vem em ondas como o mar.
    Ele tem apenas seis anos de idade. É um menino como todos da idade dele, esperto, interessado, malandro, educado, sorridente, compenetrado e muito dedicado. Difícil falar assim dele, meu filho Pedro Estácio, sem parecer que estou puxando demais a brasa para a sardinha dele. Mas é que estou me sentindo particularmente coruja hoje e motivos tenho de sobra para isto. No domingo, 5 de março, ele fez a sua estréia no automobilismo em uma prova de kart no circuito do Guará, em Brasília. Competiu pela primeira vez oficialmente e apenas neste fugaz momento já honrou o nome, validou a tradição e encheu os meus olhos de alegria. Confesso que ele estava mais calmo do que eu e que se comportou de maneira espetacular. Fácil falar quando se ganha saindo da pole e ainda fazendo a volta mais rápida da corrida. Fácil falar depois que tudo terminou, depois que a história está escrita e o caneco está na mão. Fácil falar quando não se é o pai que hoje, confesso, mostrou sua força agüentando bravamente os 20 minutos mais longos da sua (minha) vida. Fácil até mesmo imaginar o quanto ficamos contentes, já que sua mãe, irmão e parentes (só faltou o padrinho, o Lua) também estavam lá. Difícil vai ser encostar a cabeça à noite no travesseiro e não sonhar com a felicidade que o Pedro Estácio sentiu. Parabéns, filho, a história continua!”

    Jovino/Brasília

  3. Sousa disse:

    Piquet sempre esteve a margem do jornalismo, em parte por seu próprio temperamento em parte por um certo locutor Global amigo e sócio de Ayrton Senna, só digo uma coisa, se este garoto nasceu com o talento do Pai talvez tenhamos um novo Campeão de F1 brasileiro daqui a 20 anos.

  4. Pedro Jungbluth disse:

    Olha, sobre o que o Gomes falou, de crianças nesse tipo de ambiente… Tudo bem, o garoto deve querer para estar lá, mas não creio que uma criança possa julgar o que ela pode fazer nessa idade.
    Apesar que eu não entendi que tipo de corrida era, se uma amadora, com outras crianças, ou se parte de algum campeonato.
    Se foi algo descompromissado, não vejo problema, mas enfiar uma criança tão pequena nas obrigações de algo maior, com equipe, etc, ai é uma %[email protected]$&@#

  5. Daniel disse:

    Começou bem o garoto, não sei não, mas essa família vai trazer muito título para o país.

  6. Gabriel MArques disse:

    Piquet, como piloto um dos maiores, mas como dirigente automobilistico nada fez, O piquet deveria parar de falar %[email protected]$&@#e respeitar um pouco mais os outros….

  7. vitão disse:

    Flavio, quando você disse que entendia o Piquet falar dos 20 minutos mais longos da vida dele, você estava convidando o tri-campeão para fazer dupla com você na pilotagem da vemaguete ?
    just wodering….

  8. Flavio Chinini disse:

    Se todos os filhos do Nelson Piquet resolverem correr, terão que criar uma categoria só para eles (grid cheio!!)…
    Rs

  9. wanderson Ricardo disse:

    O sucesso de alguns não deveria provocar angústia em outros. Entretanto, no caso dos Piquet (e em muitos outros), é exatamente o que acontece. Deveriam eles se preocuparem e responderem aos “desafetos”? Obviamente, não!
    Ao passar batido pelas ofensas parece que desperta mais raiva ainda. AH! BRASIL, TODOS OS PAISES DO MUNDO DIRIAM ALVÍSSARAS SE TIVESSEM PIQUET, E NÓS…. Vida Longa ao Grande Campeão, Boa Praça, Grande Caráter Nélson Piquet e sucesso nas pistas e na vida aos seus filhos.

  10. antonio purri disse:

    Depois da babaquice do Piquet ficar detonando a Master , tomei antipatia do cara , do nome , de tudo . Os filhos não tem nada a ver , mas não desejo mais nenhuma gloria a ele … E olha que eu era ‘do contra’ na etrena discussão PiquetXSenna ( menos por convicção , mais para polemizar…) . Já que ele é ‘autosuficiente’ , não tem de dar satisfação a nada nem a ninguem , não vou desperdiçar minha ‘torcida’ pela familia dele ; prefiro torcer pra quem valoriza os fans…

  11. William disse:

    Um tia, todo pai se enche de orgulho a contar os feitos de um filho.
    Nem que esse pai seja o Piquet. Talento, parece que tem. Espero que progrida.

  12. jefferson disse:

    é só mais um para a blobo ficar falando, e todo mundo achar que o cara foi o melhor

  13. Edgar SC disse:

    A familia Piquet quer dominar o mundo automobilistico…
    È que nem aqueles artistas que fazem sucesso e empurram os filhos goela abaixo do povo na mídia… tomara que o garoto tenha talento… berço ele teve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>