Overdose de Senna | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 22 de março de 2006 - 12:06F-1

Overdose de Senna

SÃO PAULO (é bom lembrar quem era bom) – Ontem, dia 21, Senna faria 46 anos, como já lembraram alguns blogueiros. É legal recordar esse cara, para nós que gostamos de F-1. Tenho recebido algumas dicas de vídeos, selecionei alguns.

O Murilo Canale mandou este, um “on board” de uma volta em Suzuka. Não consegui identificar o ano, mas ele ainda trocava marcha na alavanca. Os mais atentos vão descobrir.

Outro que encontrei, com um link aberto nessa mesma página, é bem interessante e raro. Eu, pelo menos, nunca tinha visto. São imagens do briefing dos pilotos em 1990, pelo que entendi, ainda em Suzuka. Ayrton se levanta e sai da sala, chiando contra a posição do pole (ele tinha pedido para mudar). Na sequência há as imagens da largada, Ayrton batendo em Prost e conquistando seu segundo título mundial. Registro muito legal dos verdadeiros bastidores de uma corrida.

Finalmente, Suzuka, 1989, a mais do que célebre batida entre Senna e Prost que deu o título ao francês. Para quem não lembra, Ayrton voltou à pista, ganhou a corrida, mas foi desclassificado porque seu carro foi empurrado. E a vitória ficou com Alessandro Nannini, da Benetton.

Bom divertimento para uma horinha de almoço…

47 comentários

  1. paulinho disse:

    gomes vc é cara adorei sua coluna de F1 espero entrar mais em contato nesta pagina um grande abraço paulinho….

  2. Marcato disse:

    Rikho, Rikho…. Já vai começar a pataquada? Deixa a gente em paz, criatura…

  3. LAGO disse:

    A narração do japonês, seja lá o que dizia, não pode ser comparada em entusiamo nem mesmo pelo Galvâo em seus dias mais ufanisticos, e lembrar de Senna, é sempre legal, as vezes triste, mas sempre bom!

  4. walter disse:

    Souza: até a tv francesa reconheceu que em 1989 o Prost tirou o Senna voluntariamente da corrida. Veja o video 9tem na web, à vontade): 1990 foi uma resposta justa, à altura, das tantas sacanagens sofridas pelo Senna.

  5. Luiz Fernando disse:

    E a expressão dos rostos dos pilotos demonstra o respeito que eles tinham pelo Senna. Todos constrangidos, como se o chefe da seção estivesse ali dando uma bronca em todos … rs … por que ninguém se levantou e ponderou com ele ? É nítido o constrangimento dos pilotos …

  6. Marcelo Chichanoski disse:

    Essa reunião e para discutir o procedimento caso algum carro saísse na chicane que antecede a linha de chegada… Os fiscais dizem que o procedimento é retornar à entrada da chicane e não cortá-la, como Senna fez em 1989 ao enroscar-se com Prost, nesse momento o Piquet se levanta e diz que isso é perigoso pois leva o piloto ficar na contra-mão da corrida e poder ser atingido por alguém que venha a sair da pista no mesmo ponto e sugere que seja permitido “cortar” a chicane e todos os pilotos aceitam. Então o Senna dá uma de Maria Chiliquenta e sai dizendo que ele foi punido ano passado por isso, por aquilo etc e tal… O barato é ver as expressões no rosto dos outros pilotos

  7. mauricio gioia disse:

    No video da volta on board é impressionante a esgarça que ele dá nas reduzidas em algumas curvas.
    O motor berrava quenem criança hehehe (mas devia ser de alegria)

  8. Luiz Fernando disse:

    Senna foi o piloto mais competitivo que vi na vida, e era mesmo neurótico e obsessivo. Não dá para negar isso. Acontece que foram justamente esses ingredientes que o ajudaram a construir sua carreira recheada de carisma e de vitórias.
    Tudo para ele era uma terrível competição. E qualquer motivo era suficiente para ele pressionar seus adversários, e todos eles sentiram a pressão. Senna respirava F1, e o próprio Alain Prost reconhece como era difícil conviver com isso. Ele devia ser um chato ? Sim, devia. Mas foi um dos ingredientes (além da incrível competência dentro das pistas) que fez dele um dos gênios desse esporte (junto com Clark, Fangio, e alguns poucos outros …).
    Saudades, campeão !

  9. Murilo disse:

    Em 1990 ele simplesmente deu o troco e ninguém pôde repreendê-lo, por causa do ano anterior… Só que fez direito… se é pra tirar o adversário da corrida, leva até os pneus de proteção, quebra a suspensão, etc… O Prost não teve competência nem de quebrar “pra valer” o carro do Senna e deu chances para ele voltar a ganhar a corrida…O problema não foi a atitude do Prost, e sim do Ballestre… Ninguém questiona se o Senna era a “Madre Tereza” das pistas… Claro que não era e ninguém é… Se for, não ganha nada… Prefiro um Senna, um Dick, que tb ja ganhou titulo batendo no adversário (acho que foi o Hill) do que um Pe-de-chinelo que só fica lá atrás. Saudades daquela época…

  10. Ivan Drumond disse:

    Pessoal, é a primeira vez que comento aqui, apesar de ler o site e o blog a muito tempo.

    O vídeo do Senna saindo neurado é de 1990. O Piquet estava comentando a questão do corte da chicane, dizendo que se o piloto errasse a freada deveria seguir reto, como Senna fez em 1989, ao invés de voltar na contra-mão pra depois controná-la (como queria o Balestre). Senna então saiu xingando porque todos concordaram com Piquet, inclusive os mesmos comissários que o puniram em 1989. Foi prova de que realmente houve sacanagem em 1989.

  11. Marquito disse:

    Sousa se o Senna ia passar reto eu acho que não pois se ele estivesse tão mais rápido assim a batida teria sido muito mais feia, ia ser apertado mas acho que ele teria passado o prost e se não tivesse cuidado poderia levar um x, mas sinceramente na camera que mostra a imagem por cima dá para ver nitidamente o prost fechando a curva muito antes !

  12. Sousa disse:

    Como é interessante os dois pesos e duas medidas quando se torce para o cara.
    Em 1989, Senna foi otimista demais tentando àquela ultrapassagem, foi afoito e abalroou o carro do Prost, a curva era fechada e ele vinha de pé embaixo, não tenho certeza mas acho que Senna passaria reto se Prost tivesse segurado o carro, o que se viu depois não existe argumentos se o próprio Balestre admitiu.
    Em 1990, primeiro Senna tentou algo que nunca vi antes, mudar a posição da pole, segundo aquilo foi ato de uma pessoa desequilibrada, atropela a Ferrari em alta velocidade na curva, Senna era para ter morrido 02 anos antes e pior, levado o Francês junto. O que é para alguns em níveis menores vigarice do Alemão, no caso do Brasileiro é coragem e Heroismo !!!

  13. Luiz Fernando disse:

    Era sob esse tipo de pressão que o SENNA corria. E esse foi o melhor ambiente possível para um sujeito com o temperamento dele: determinado e extremamente competitivo.
    Ele estava no seu auge, cheio de auto-confiança. Todos os adversários sabiam disso. Até mesmo ALAIN PROST sucumbiu à pressão de SENNA no GP do Japão 1989. Conheço alguns episódios de SENNA X PROST que bem demonstram como o brasileiro agia. O pobre do SCHUMACHER, no começo da carreira, levando uma bronca do brasileiro (com direito a mãozinha no ombro e tudo), também sentiu a pressão.
    Qualquer momento era aproveitado para SENNA pressionar os adversários. E – podem reparar – ninguém resistia às pressóes (dentro ou fora das pistas) que ele fazia: existem epidódios com PROST, MANSELL, SCHUMACHER, …

  14. walter disse:

    A coisa é simples, mas longa, uma graaaaaaande sacanagem: após o ‘briefing’ de 1989, o Senna ficou do lado ruim da pista, embora tenha pedido para mudar (ROUBO UM). Levou uma pancada do Prost (que não foi punido) (ROUBO DOIS), foi empurrado PELOS COMISSÁRIOS (não escolheu o caminho), voltou à pista de bico detonado, parou no box, trocou o bico, voltou, alcançou o Nannini e venceu, mas foi desclassificado porque fez o que mandaram os fiscais (ROUBO TRES). Em 1990, no ‘briefing’, foi dito que (i) era OBRIGATÓRIO seguir em frente na chicane (CONFISSÃO DO ROUBO DOIS e TRÊS) e (ii) que o pole position ia ser beneficiado e largar do lado limpo da pista (CONFISSÃO DO ROUBO UM). Aí o cara levanta e vai embora do ‘briefing’ e manda plantar batatas. No domingo dá uma porrada e ponto final: é campeão.

  15. Marco disse:

    Duas coisas:
    O Senna tinha razao em querer mudar o lugar do pole, nao era justo em Suzuka, largava pelo lado sujo e era melhor sair em segundo!
    Sou viúva do Senna sim, mas em 1989 ele nao iria ganhar, mesmo se nao tivesse sido roubado, porque na corrida seguinte, na Austrália, ele precisava ganhar de todo jeito e teve de abandonar, com três rodas, debaixo de um temporal, após abalroar o Martin Brundle…Mesmo sem o roubo do safado do Balestre nao iria adiantar…

  16. _rb disse:

    No briefing o melhor é a voz grave e de drama do locutor japonês. Parece que uma bomba vai cair no autódromo. Bem, talvez tenha sido, mesmo.

  17. Eduardo Macedo disse:

    Flávio, tudo bem?

    Esse vídeo do briefing já tinha visto no google videos, o Piquet faz uma pergunta sobre a posição do pole e aí acontece isso. Vou tentar achar ele desde o início.
    Abraço,

    Eduardo – RIbeirão Pires

  18. Luiz Fernando disse:

    Essa história do atalho é uma das mais ridículas questões esportivas de todos os tempos. O cara é abalroado escandalosamente pelo Prost (as famosas duas puxadinhas para a direita), fica engavetado, é empurrado, perde tempo no contorno, sai poucos metros na frente, tem que entrar nos boxes (pela lambança feita pelo Prost), troca o aerofólio, faz várias voltas mágicas (e antes do Schumacher “tirar coelho da cartola” … rs …), alcança o Nanini, ultrapassa o italiano, e aí a cartolagem avisa que ele foi desclassificado !!
    Acho tão ridículo que nem dá para sentir revolta …

  19. Marcelo Borges disse:

    Fico até triste de assistir a esses vídeos do Senna. Não só pela morte dele mas por tudo que ele simbolizava para o esporte.
    O cara tinha raça, fibra. Falava o que pensava e ponto, não dava bola para esse ou aquele dirigente ou chefe de equipe. E em termos de pilotagem nem Schumacher nem ninguém se igualou até hoje. Apesar do que você pensa, não é Flavio Gomes!?
    Como aquele cara faz falta à F1.

  20. Marcelo Fernandes disse:

    O JmBallestre foi um dos maiores pilantras do automobilismo, além de tirar do Senna o direito de ser tetra ele fez outras. Armou a mudança de regulamento da esporte protótipo só para beneficiar a Peugeot, campeã em 93 e de olho na f1 depois. Os motores da Ep foram reduzidos para 3l o que aconteceu tb na F1 em 95. Só não disseram para a Pgt como fazer motores F1 campeões pois, na Ep o + importante era durabilidade e na categoria rainha o que se via era um festival de quebras e explosões. A Mclaren só ficou com eles 1 ano e depois foi um fracasso atrás do outro em vários teams. até Barrica andou de Jordan Pgt.

  21. Luiz Fernando disse:

    Não era só dentro das pistas que Senna era fantástico … ele mostrava sua personalidade e determinação também fora das pistas. O carisma dele (para o bem ou para o mal) era insuperável. A F1 perdeu não só um extraordinário piloto prematuramente, ela perdeu o maior ídolo desse esporte de todos os tempos … palavras de Bernie Eclestone.

  22. pobre disse:

    e vc é viuvinha do senna né riko?

  23. Rikho disse:

    Baltazar, deixa adivinhar… vc é professor de matemática! Acertei? :-)

    Abçs

  24. Baltazar disse:

    É em vídeos como esse que o Senna mostra que é, pelo menos, 3,14 vezes melhor que o Dick.
    (como eu adoro iniciar discussões fúteis… hehehe)

  25. Filipe W disse:

    Edispj

    quem ganhou foi o Alessandro Nanini com a Beneton, após a desclassificação do Ayrton, nessa epoca o berger estava na Ferrari junto do Mansell.
    O berger pilotou para beneton em 1986.

  26. Edgard disse:

    A volta é sim de 89. Senna foi desclassificado injustamente pelo Sir Jean Mari Balestre que há pouco tempo atrás num “mea culpa”, assumiu que naquele GP deu uma ajuda ao Prost.

  27. Milton de Mello Bona disse:

    Concordo com o Edgar SC. Desclassificar o Senna não deu prá engolir até agora.

  28. Edispj disse:

    O Flavio, quem ganhou a corrida que o Senna foi desclassificado não foi o Berger, de Benetton?

  29. Edgar SC disse:

    Cada vez que relembro ao campeonato de 89, me indigna como se fosse ontem… o verdadeiro campeão é Senna…

  30. Silvestre Zanon disse:

    Valter Franco,discordo de vc qdo diz que essa foi a volta perfeita. No meu entender a volta perfeita é aquela que ainda está por vir. A cada ano como podemos ver recordes são batidos,tabus são quebrados e é por isso que eu acho que a volta perfeita é a proxima que bater um recorde e assim por diante. Até em outros esportes é assim…

  31. Silvestre Zanon disse:

    Sou um fã ardoroso da F1 e como brasileiro torci muito pelo Ayton qdo corria mas vou te dizer uma coisa…ele era muito murrinha também. Pq diabos ele queria mudar o pole de lugar? Ele via apenas o lado dele? Ora,brincadeira…

  32. Saul disse:

    Sim, a volta é de 89. Eu tenho um VHS sobre a temporade desse ano e lembro-me de ter visto esta volta lá.

  33. Rikho disse:

    Interessante como no video da volta de classificaçao o carro balançava, parecia querer voar e Senna lutava pra domar a barata. Igualzinho ao que é hoje em dia ;-)

  34. Valter Franco disse:

    Esta volta eu já havia visto e se não me engano ela tem o título de A VOLTA FERFEITA DA F1. Não sei se é esta, mas que é boa isso ela é…
    Suzuka lembra muitas coias……
    88 – Na largada o carro morre…..primeira volta ele passa em 16º….depois ganha a corrida e o 1º título.
    89 – Enrosca com o Prost….troca o bico do carro e ainda ganha a corrida…..não fosse o atalho…..seria o Bi.
    90 – Tira teima…..foi o pole, mas teve que largar no lado sujo da pista…..foi a forra e veio o Bi.
    91 – Aquela briga com o Leão foi inesquecível, até o erro na curva….vei o Tri. Deu a vitória para o Berger e a frase que o GB se arrepende até hoje……“Eu já sabia“
    Parabéns Senna onde você estiver

  35. José A. Matelli disse:

    Acho que é 89, câmbio manual e motor V-10 (reparem na locução no trecho reto que antecede a 130-R). Em 90 já era câmbio de borboleta atrás do volante.

    Abs,

  36. Alexandre Santiago disse:

    No video do Briefing, o narrador japanes disse uma coisa muito importante. ‘Senna nokokoroni’ com muita tristeza. :( Não faço idéia o que é isso, mas fiquei impressionado.
    Agora os narradores japas se esguelando na narração é impagável.

  37. Rikho disse:

    Faço coro ao Cassio e ao Vicente. Nao digo que nao possa haver um certo nível de tecnologia, mas tudo que é demais é ruim (menos sexo e chocolate, claro – nessa ordem ;-).

  38. Rizzo disse:

    Ai… mas ele tá braaaaavooo! Ui!

  39. Marcos disse:

    A volta é de 89, com certeza absoluta. O carro é o MP4/5. O cockpit é muito parecido com o carro de 88, mas o som do motor aspirado denuncia ser o carro de 89. O carro de 90 tinha cockpit parecido, mas o pára-brisa e as laterais da asa dianteira eram bem diferentes.

  40. Milton de Mello Bona disse:

    Suzuka, 1989
    Claro que monsieur Balestre desclassificou o Senna dando assim o título para o Prost

  41. cassio souza disse:

    Concordo com o Vicente que escreveu o comentário que a F-1 era mais interessante sem tanta tecnologia .
    Era “felomenal” ver os pilotos a maior parte da corrida apenas com 1 braço no volante .
    Era “genial” ver pilotos do porte de Senna , Piquet , Prost , Mansell , Nanini , Rosberg , Alan Jones e etc .

    Este video só trouxe mais saudades …..

  42. William disse:

    Realmente, é de 90 a McLaren.

  43. Rodrigo Vilas Boas disse:

    Esse cara andava muiiito!

  44. William disse:

    Pelo que to vendo, o carro é da temporada de 1990 ou 91, por conta da asa dianteira.
    Um dado interessante, voltas assim, voadoras, é só pra quem sabe mesmo.

  45. Vicente disse:

    Sobre essa volta em suzuka. existe um video em algum lugar da internet da mesma volta com o schumacher… já com as borboletas no volante…

    Comparando as duas
    e sem querer entrar na questao Senna X Schumacher, o que se chega a conclusao é como a F1 era mais divertida antes de tanta eletronica…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>