ALL IN BLACK

SÃO PAULO(lindo) – Tem uma única equipe de esporte coletivo que admiro na vida, além da Portuguesa: a seleção neo-zelandesa de rúgbi. Semana passada, os All Blacks perderam um grande ídolo do esporte, Jonah Lomu, que morreu aos 40 anos vítima de uma rara doença nos rins. As cerimônias fúnebres aconteceram no Eden Park, histórico palco de jogos da seleção, em Auckland — uma das cidades que mais amo no mundo. O “haka” puxado por Buck Shelford, antigo capitão dos All Blacks, é uma das coisas mais emocionantes que já vi.

Comentários