O resultado, finalmente | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 20 de março de 2006 - 11:22Automobilismo brasileiro, DKW & cia., Enigmas & desafios

O resultado, finalmente

SÃO PAULO (demorou, mas chegou) – Lembram do misterioso DKW número 7 postado alguns dias atrás? Finalmente o blogueiro Marcos Ferreira, que mandou a foto, encontrou o resultado daquela corrida e desvenda o mistério. Lauro Soares e o Volante 13 correram em dupla aquela prova, as 500 Milhas de Interlagos de 1962. Segue o e-mail que o Marcos enviou:

Prova: 500 Milhas de Interlagos, disputada no dia 08/12/1962 em Interlagos.
Percurso: 101 voltas
Tempo Total: 7h16min37s
Média de 111,036 km/h
Melhor Volta – Chico Landi (Porsche 90S) – 4min06s0 – 116,646 km/h

1) Christian Heins/Luiz Antônio Greco – 22 – Willys Interlagos – 101 voltas
2) Chico Landi/Marinho César Camargo/Rolf Sandtfoss – 2 – Porsche 90S – 99 voltas
3) Jayme Silva/Fernando Toco Martins/Ciro Cayes – 26 – Simca Chambord – 97 voltas
4) José Ramos/Armando Ramos – 3 – FNM 2000 JK – 94 voltas
5) Wilson Fittipaldi Jr./Eduardo Scuracchio – 12 – Willys Interlagos – 94 voltas
6) Leon Max/Alain Max – 71 – FNM 2000 JK – 91 voltas
7) Luís Pereira Bueno/Ettore Beppe – 42 – Renault Gordini – 90 voltas
8) Ubaldo Lolli/Antônio Carlos Avallone – 50 – Simca Chambord – 89 voltas
9) Nilo de Barros Vinhais/Sérgio Micheloni – 20 – DKW Vemag – 84 voltas
10) Anísio Campos/Joaquim Cacaio Mattos – 6 – DKW Vemag – 83 voltas
11) Luiz Meneghelo/Ari Iasi – 8 – VW Sedan – 83 voltas
12) Delorto/Geraldo Mancal Freire – 1 – DKW Vemag – 80 voltas
13) Lauro Soares/Volante 13 – 7 – DKW Vemag – 74 voltas
14) Bruno Barracano/Volante 46 – 30 – Renault Dauphine – 73 voltas

Como destaque, vale ressaltar que participaram dessa prova carros não habituais da época, como o Porsche 90S do Chico Landi, a Lancia D-20 do Bird Clemente/Roberto Galucci/Celso Lara Barberis/Dráusio Brandão e a Ferrari 250 GT nº 10 do Roberto Galucci/Bird Clemente/Celso Lara Barberis.

É isso aí. Hoje tem mais teste de memória, de tarde coloco.

7 comentários

  1. Curioso, nesta época , vejo em terceiro lugar uma Simca, com Ciro Caíres, Jaime Silva e Toco e ele ainda não tinham o motor Tufão, Grande realização da Equipe.

  2. joaquim disse:

    De estranhar mesmo é o Grecco em 1o., tocando uma berlineta em dupla com o Bino Heins. Até então, só tinha tido notícia dele correndo de DKW, antes de se tornar chefe da equipe Willys.

  3. jcesar disse:

    Entendi corretamente ? Então o Bird Clemente/Roberto Galucci/Celso Lara Barberis, correram na mesma prova de Lancia D-20 e Ferrari 250 GT ??? E eu ainda tenho que ouvir o Rubinho dizer que não conseguiu se adaptar ao carro da Honda… é de chorar… Eu não sou piloto, sou um simples motorista, tenho 2 carros um Gol 1.0 16v e um Fusca 69, claro que o modo de dirigir cada carro é bem diferente, existe uma diferença de 33 anos entre os veículos, mas basta 5 minutos no volante que tá resolvido…. …. Se sou chefe da Honda, coloco como segundo piloto aquele cara que é o terceiro piloto, que tá andando mais que o Barrichelo…

  4. LAGO disse:

    Gomes, lendo Jam Balder percebi a emoção em sua narrativa e até mesmo os anseios e medos quanto a velocidade que atingiam. Seu DKW tem desempenho semelhante aqueles ou a diferença de potência? Abs!

  5. Rikho disse:

    É Flávio, nao é de hoje que o DKW chega nas últimas posiçoes…. falando sério, vc nao pensa em trocar de carango, nao? Dá pra se divertir igual?

    Abçs

  6. Filipe W disse:

    Eh finalmente !!!!!

    esse com certeza foi teste mais difícil de todos ate agora.

    alguem ai já encontrou alguma outra foto do caçador de estrelas do Bica ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>