MENU

Wednesday, 1 de March de 2006 - 20:57Automobilismo brasileiro, Automobilismo internacional, Dica do dia

Os feios que me perdoem

SÃO PAULO (terra já habitada por coisas melhores) – O blogueiro Marcos indica um site checo de um abnegado que procura mapear e registrar tudo quanto é corrida de esporte-protótipos disputada no mundo desde Adão e Eva. Neste link tem o resultado dos 500 km de Interlagos de 1972, na seção de provas latino-americanas. Dêem uma espiada nos carros. Numa época em que temos pouca coisa bonita para ver (e muitas feias, como os Stock Jr.), tente imaginar uma corrida pelo anel externo de Interlagos com esses bichanos…

E como se vê, esse negócio de internacionalizar provas no Brasil, como tentaram fazer com as Mil Milhas, não é exatamente uma novidade. A diferença é que 30 anos atrás parece que funcionava. Mais de 15 dos inscritos eram estrangeiros.

14 comentários

  1. marcia says:

    preciso de informaçoes sobre Marinho Antunes/ sua trajetoria no autonobilismo esportivo , alem do patrocinio a outros esportistas da epoca atraves da Ifesteel, obrigada, marcia.

    Sera´dado seu nome a uma avenida em Granja Vianna, dai esta nescessidade para publicarmos alguns dados referentes a marinho.

  2. Oi, Ricardo (Bifulco), se levar o livro vou autografar seu livro.
    Um abraço
    Paul

  3. Henrrique M. says:

    Tô achando essa lista meio exagerada. Não lembro de todos esses estrangeiros, não…

  4. Léo Engelmann says:

    Cara, Lola é demais! Nem me lembrava dessa! E olha que tenho alguns super-trunfos do arco!

  5. ricardo bifulco says:

    oi pessoal,

    Tem um dos inscritos nestes 500 Km de Interlagos de 1972, o Paul Blancpain.
    Este gostou do Brasil e ficou por aqui. ..
    By the way, é dono de um hotel em Buzios chamado Fazendinha Blancpain. Ele e a esposa atendem os clientes.

    Lembra do filme Le Mans? O tal do “Piero Belgetti” que morre queimado dentro do Ferrari no acidente logo no começo do filme? O piloto que está em cena com os olhos “arregalados” enquanto o fogo consome o carro é o tal do Blancpain.

    Quase levei o meu livro do making of de Le Mans para ele autografar…

    Um abraço,
    Ricardo Bifulco

  6. Edgar SC says:

    %[email protected]$&@#o Paulo Gomes ja corria…
    Deve ta com os 90 anos…

  7. Marcos Costa says:

    Lella Lombardi correndo em Interlagos! :shock: hehehe
    Só por curiosidade passei os olhos pelas listas dos anos seguintes (1973/1975), e nelas aparecem nomes como Edgard Melo Filho, Jose Carlos Pace, Bob Sharp, e Chico Landi (correndo ainda naquela época!).

  8. José Luiz says:

    Teve até a Lella Lombardi hehe, e o Paulão (gomes) já era vivo e corria.

  9. Toty says:

    Essas fantásticas máqunas foram trazidas por pilotos profisionais e amadores (tinha até um conde, príncipe, sei lá) que vieram participar da Copa Brasil promovida pelo Emerson Fittipaldi, acho que em 1970. Felizmente a maioria destes protótipos históricos ficaram aqui.
    Na mesma página consta o “200 km de Belo Horizonte”, a última corrida realizada no anel externo do Mineirão. E estas máquinas fantásticas estavam lá! Ninguém tem fotos desta prova? A 4Rodas fez uma cobertura muito boa, com muitas fotos, mas o meu exemplar mofou e derreteu.
    Ah… vieram também uns Berta, protótipo concebido por um argentino genial que chegou a criar um V8 de 3 litros almejando a F1. No começo da StockCar tupiniquim, muitas equipes recorriam a ele para preparar os motores dos Oplalas.

  10. Marcelo Mig says:

    Lá no finalzinho da lista: Did Not Start – Marinho Antunes – Lola T70. Foi no treino para esta corrida que a Lola T70 amarela que foi do Wilsinho Fittipaldi (aquela do teste da foto, agora já pintada de branco) sofreu um acidente da reta dos boxes, capotou e pegou fogo: The End.

  11. J. Quest says:

    Realmente chama a atenção, além dos brazucas inscritos na prova, os estrangeiros e essa maluca por velocidade que era a Lella Lombardi.

    Puts, lembraram da Lella, a italiana que parecia com o Al Unser Jr., pilotando Abarth, seria esse o precursor do Fiat Stilo Schumacher ? Pode ser.

    Lella correu na F1 aqui com March, acho que em 1976, lá na comunidade F1 dos anos 70 muitos de nós comentamos isso.
    Boa Lella, fez 0,5 pontos na F1 e é a única mulher a pontuar no campeonato mudial de piotos (ou meio-pontuar).

  12. Marcos says:

    É verdade sim !
    E estes Fiat Abarth eram uns foguetes !
    Com o outro carro, o Silvio Moser virava o mesmo tempo das P33, e mais rápido do que os Porsche 910 e 907 !

  13. Tohmé says:

    Ops. achei a Lella Lombardi em 11º lugar nesses 500Km de interlagos – 1972. Será? Nunca soube que ela correu por aqui. Alguem sabe veracidade dessa informação?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *