MENU

sexta-feira, 6 de novembro de 2015 - 21:16Indústria automobilística

O MONARQUINHA

monarquinha

SÃO PAULO (onde estará?) – Reprodizo ipsis litteris o texto publicado na página Romi-Isetta Brasil do Facebook:

Em 1954, os italianos Oliviero e Mario Monarca, imigrados um ano antes de sua cidade natal Assisi, Itália, fundavam a Carrocerias Monarca Ltda., instalada no bairro do Bexiga, em São Paulo (SP). O estabelecimento passou a construir carrocerias de automóveis sob encomenda. Um dos carros foi o curioso modelo da foto, também o primeiro trabalho do italiano Ottorino (Toni) Bianco no Brasil. O modelo usava vários componentes de Romi-Isetta, como por exemplo rodas, volante, instrumentos etc. Não sabemos se a mecânica também era de Romi-Isetta. Se o leitor souber mais detalhes deste carro, sinta-se à vontade para compartilhar as informações.

Já imaginaram se alguém guardou isso? O Brasil sobre rodas nos anos 60 deve ter sido divertido demais.

6 comentários

  1. Alexandre Werner disse:

    O carro do Mickey Mouse…

  2. Betocam disse:

    Parece o Marco GTO que eu tinha no início dos anos 70.

  3. Farid Salim Junior disse:

    Uma pena que brasileiros não tenham respeito por sua memória. Construções, monumentos, praças, artistas de todo segmento (artes, música, etc.) caem no esquecimento, bem como peças raras como a da foto. O atual código de trânsito nacional, entre outras coisas, não permitem mais a liberdade de criação de carrozzieris brasileiros. Coisas úteis, como air bags, freios ABS – que são caras de fabricar e, obrigatórias hoje em dia, inviabilizam o que tivemos nos anos 70 e 80, quando víamos um monte de “fuscas de plástico”, mas havia mais coisas bonitas nas ruas. Assim como o “Prèt-a-portê” acabou com as costureiras de família, a tecnologia de produção em escala acabou com a fase criativa das pequenas fábricas de sonhos.

  4. Sanzio disse:

    Existe alguma ligação deles com as biciletas Monark?

  5. Motos Antigas disse:

    O Toni Bianco ofereceu ao brasileiro a possibilidade de possuir um carro com desenho fantástico usando a mecânica nacional disponível, limitações daquela época triste para as pessoas criativas. Eram carros que faziam as ruas ficarem mais bonitas em um período tão sem liberdade.

    http://125ecia.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *