FOTO DO DIA

SÃO PAULO (meu talão era dourado) – Eu gostava quando o Brasil tinha um monte de bancos. Sobraram Itaú, Bradesco, Santander e os dois estatais, Caixa e Banco do Brasil. Lá atrás, em outra vida, tive conta no Bamerindus e no Digibanco. Mas amava o Comind e o Noroeste. E todos os outros. E vocês? Onde tiveram conta antigamente, quando o Brasil não era vítima desse quase monopólio? Foto pescada no Facebook do Dú Cardim.

13690594_1209546069086816_1863360937366226551_n

Comentários

  • Voltei neste post por ter visto algo interessante – na feirinha de artesanato do Mercado Público de PoA estavam vendendo chaveiro de vários bancos aqui citados.

    Tinha da Habitasul, do Maisonnave e do Sul Brasileiro, cujo símbolo era um coelho, o Meia-Longa: “Caderneta de Poupança Sul Brasileiro, o golaço do Meia-Longa”.

    Fora várias outras coisas que tem lá, inclusive da F1, tinha um álbum da temporada 89.

  • To impressionado: um blog essencialmente de automobilismo, uma foto – não muito veiculada – de um dos maiores pilotos que esse país já teve, muito possivelmente o mais rápido de todos (para aqueles que conehceram).
    Tanta coisa pra comentar: Era o March 712M de F2 da equipe Williams, o Moco já usando o capacete com as setas, porém elas ainda eram vermelhas, que logo depois foram trocadas pelo mesmo desenho com as setas em amarelo. Alías, esse ultimo era um dos capacetes mais bonitos e característicos de todos os tempos, anos mais tarde parcialmente copiado pelo Derek Daly.
    Preferia esse tempo, onde os pilotos tinham que ser hábeis de verdade, e onde os capacetes eram como a impressão digital dos pilotos, e não essa impessoal profusão de cores dos capacetes dos pilotos-robot atuais.
    Quando fui ler, eram 115 comentários !!! E desses apenas TRES citam o nome do Moco. O resto apenas fala de bancos…
    Isso mostra como a historia do nosso automobilismo na era pre-Senna vem sendo esquecida pelos mais novos: o Moco virou uma vaga lembrança, o Emerson virou um piloto apenas cerebral (era um bota !!!), o Wilsinho, o Bino, o Luisinho, o Bird, o Marinho, o Cyro, o Chiquinho, o Zambello, o Lollão, o Camilo, o Jayme, o Jan, etc, vai ver tem gente que nem conhece a historia deles….
    Ainda bem que gente como o Flavio, o Rodrigo, o Joca, o Bob, de vez em quando falam/postam algo sobre eles, não deixando que eles sejam completamente esquecidos.