GRATIDÃO ETERNA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 19 de março de 2014 - 18:45Arquitetura & urbanismo, Museus & coleções

GRATIDÃO ETERNA

SÃO PAULO (que chegue logo) – Vejam as fotos acima. Em Passo Fundo, Paulo Trevisan deve inaugurar em setembro o novo pavilhão do Museu do Automobilismo Brasileiro. Não deem muita importância ao site desatualizado. É que nos últimos anos Trevisan empenhou tudo que podia e não podia para construir o Prix Hotel e, anexo a ele, a nova casa de seu acervo impressionante de carros nacionais de corrida. Internet fica para depois. A vida real é bem mais legal.

Pode ser que atrase um pouco essa inauguração, porque a parte interna vai demandar muito trabalho e é uma das etapas mais difíceis dessa obra. Além dos carros, há todo um projeto museológico que inclui áreas multimídia, arquivos, exposições, memorabília, iluminação, áudio-visual, literatura e muito mais. E não dá para deixar de comentar a beleza do prédio, com uma volumetria toda especial, um marco arquitetônico para o país. Vai virar uma espécie de Meca para quem gosta de corridas. E são muitos, podem ter certeza.

Quem nos acompanha aqui conhece bem o tipo de coisa que Trevisan vem fazendo nos últimos anos, e aquilo de que ele é capaz — como, por exemplo, encomendar ao Toni Bianco um Fórmula Júnior e o Carcará II.

Sua coleção é, mais do que bela, importantíssima. Dá para dizer, sem medo nenhum de errar, que Trevisan salvou (e salva a cada dia) a memória do Brasil nas pistas. Sem ele, tudo teria se perdido por aí. Tudo.

Devemos gratidão eterna ao Paulo.

28 comentários

  1. Lucca Furquim disse:

    Gratidão ao Paulo Trevisan, pela PESSOA que é, pela paixão pelo automobilismo e por este Museu espetacular morada eterna das memórias das carreiras deste Brasil. Abração.

  2. Leandro Sanc disse:

    Ainda lembro, como se fosse hoje… Aquele final de semana foi incrível. De vez em quando dou uma lida no que escrevi. Os fãs do automobilismo deveriam agradecer todos os dias pela existência do Paulo. E se um novo blog speed day está na pauta, estarei lá.

  3. Joaquim disse:

    Qualquer elogio ao trabalho do Paulo Trevisan à frente do Museu do Automobilismo Brasileiro em Passo Fundo seria pouco para transmitir a seriedade de sua tarefa. Tive o privilégio de participar como convidado de duas edições do Blog Racing Day, evento no qual Trevisan disponibiliza suas caras, queridas e bem cuidadas máquinas para nosso desfrute total – sem restrições – apesar das nossas reconhecidas inabilidades e “grossuras” ao volante. Tenho acompanhado de perto a sua luta para por o novo Museu de pé e, ao contrário do que possam pensar, não é apenas um edifício com uma fachada ousada e inovadora mas sim todo um “projeto multimídia, arquivos, exposições, memorabília, iluminação, áudio-visual, literatura e muito mais”, como bem frisou o nosso atento FG. E, discordando um pouco do comentário anterior, não é obra de um visionário e sim de um apaixonado incurável com os pés no chão, se é que isto seja possível. E nesta empreitada Paulo Trevisan lançou mão de toda a sua competência e ousadia como empresário de amplo sucesso para nos proporcionar um dos melhores espaços e uma experiência sensorial sem igual e nivelada aos melhores museus automobilísticos do mundo. Que sorte a nossa…!!!!

  4. Paulo "McCoy" Lava disse:

    Sou apenas um ‘número’ na lista de pessoas que admiram o trabalho empreendido pelo Paulo Trevisan. Gostaria de tecer diversos paragrafos e acenos de (merecidos!) elogios à ele. Porém, noto que muitos internautas expressaram diversos ‘comments’ que eu gostaria de ter registrado. Portanto e, particularmente, pouco para acrescentar. Exceto que ele sempre será ‘alvo’ de minha estima, admiração e reverência por sua incomparável dedicação em termos de preservar a historia de um esporte que tanto gostamos.

  5. PAULO TREVISAN disse:

    Quanta generosidade! Essa do Luis Felipe sugerir ficar isento de I.R.foi ótima.Viram a volumetria arrojada do novo Museu com 5 andares? Se a execução não fosse tão desafiadora já estaria pronto.O Prix Hotel está bombando e correspondendo(mas dando um trabalho danado);e claro teremos um acesso interno para o Museu. Vejo que os “blog speed day” deixaram saudades, bravatas e desafios mal resolvidos. Não vejo a hora de deflagrarmos outro na pista de Guaporé. E teremos máquinas novas para botar na pista inclusive uma Maserati 3200GT de pista novíssima. Vamos começar Francis/Regi/Vitão /Seabra /Sanco/MestreJoca/Ceregatti/Gaudioso/etc.a estabelecer critérios “técnicos” de quem vai acelerar macchinnas ou vai ficar no trivial.Eliminatórias,Q1/2/3? Ou o melhor para quem é menos destruidor(estou te defendendo Joaquim)? E o FG virá nesse? Aguardem.

    • regi natrock disse:

      Bem… vc disse alto e claro que eu e o Joca já estávamos previamente convidados… Nham nham… . Será um prazer inenarrável, participar de qualquer coisa que envolva o Museu, querido Amigo. Até passar cera e flanela nas jóias. Convoque que estaremos a postos. Já estamos prontos !! Tenho a impressão que FG vai querer matar certa vontade de rever um amigo que tinha (tem) até torcida nos embates da Classic… Um tal de #96….

    • Cláudio Ceregatti disse:

      Vou ficar mudinho aqui, prolixo que sou…
      Trabalho, ajuda, apoio, pilha?
      Pode contar. Sempre.

      • Flavio Gomes disse:

        É… Quando eu me arrasto com meus carrinhos históricos fala pelos cotovelos. Quando ganho uma corrida, não diz nada! Ingrato.

      • Cláudio Ceregatti disse:

        Pô, FG…
        Tem razão.
        Faz tempão que não trocamos idéias, você envolvido com a vecchiaia, e eu a metros dali com a F1600.
        Tem corridas que nem nos vemos!
        Devo sim um abraço pela vitória a bordo do Batmóvel, dia feliz e (infelizmente) raro.
        Daqui a 5 semanas te cumprimento direito, e você paga o café.
        E no evento do Museu – caso haja – te ponho tempo.
        Com 4 anos de atraso, que em 2010 você não foi.
        Abraços, kamarada FG!

      • regi natrock disse:

        hahahaha… é que vc gosta de sofrer, meu caro teimoso. Nas duas vezes que montou num carro que preste, se saiu muito bem, e acho até que sua opção por dar um descanso pra lacraia irá te trazer mais alegrias que saudades…. Faça como na stock… use a bolha e por baixo, uma usina de verdade. Pode ser até das 4 argolas… ou então de stuttgard…

    • Será uma honra imensa poder participar novamente! Parafraseando o “tiu Leândú” Sanco, “ainda lembro, como se fosse hoje… Aquele final de semana foi incrível”.
      Só de lembrar do que vivemos naqueles 2 dias e meio e imaginar que tudo isso pode se repetir, o coração já bate na garganta e a boca fica seca.

    • Julio Cesar Gaudioso disse:

      Paulo,
      Pode um engenheiro apaixonado por bólidos e envolvido com museologia recusar qualquer solicitação tua? De jeito nenhum !!
      Passado o “frisson” de ter sido citado, aviso que estou ao inteiro dispor para o que o amigo precisar, inclusive para auxiliar nos diversos aspectos da organização do evento. Quanto ao FG, por extrema consideração com o 96, certamente não faltará, demonstrando a todos os “macetes” da pilotagem do mais legítimo 2 tempos. E, de lambuja, analisar as possibilidades para o próximo bólido que substituirá o 69…
      Abraço

  6. Gomes, sou de Passo Fundo. Tive a oportunidade há um tempo atrás de conhecer o Museu, ainda atrás do IE (Instituto Educacional de Passo Fundo). O acervo é incrível, tenho algumas fotos mas não sei se posso divulgar. A nova sede vai ficar espetacular, pelo que vi, as vezes passo lá na frente.

    Se precisar de algo, estamos aí.
    Abraço Rafael

  7. Julio Cesar Gaudioso disse:

    Flavio:
    O trabalho que o Trevisan vem executando é, ademais de hercúleo, de extrema importância para a memória desse segmento sociocultural, as vezes até marginalizado que são os automobilistas. Quando vi o enorme mapa feito por ele sobre as Maseratis antigas, para poder identificar um dos seus exemplares, num ato de pura pesquisa museológica, a brutal coleção de documentos, bem como os carros em restauro e os expostos no museu antigo, tive a certeza de presenciar a prática de tudo que se aprende no curso de museologia: preservação, pesquisa e comunicação. E ele faz tudo por instinto! Acho que acertei ao escolher como tema de trabalho de conclusão do curso de museologia (tô fazendo devagar, o trabalho de engenheiro me toma muito tempo) o próprio Museu do Automobilismo Brasileiro.

  8. regi natrock disse:

    Sou suspeito para elogiar um dos homens mais incríveis que conheci num fim de semana de janeiro de 2010, onde eu mais um bando de privilegiadíssimos apaixonados, pudemos conhecer todo o acervo as histórias ,algumas engraçadíssimas a respeito de cada aquisição. Paulo é um espetacular contador de histórias e, suprema irresponsabilidade, pudemos descer a lenha em alguns dos carros campeões na pista de Guaporé. Sinto os gostos, cheiros e tudo o mais até hoje e não me canso – nunca !!!! de agradecer pelo privilégio único!. Sem nenhuma ajuda governamental, movido pela paixão, tem um acervo inacreditável e, quase todos em condições de funcionamento. Qualquer elogio é modesto frente ao que conseguiu. Certamente estarei por lá na inauguração. Hospedado no hotel que conheci ainda em construção. Paulo Trevisan é um homem raro nesse pais lotado de incompetentes de todos os matizes. Todas as homenagens serão poucas.

  9. Gratidão eterna ao principal guardião da memória do Automobilismo Brasileiro.
    Creio que nenhum de nós, talvez nem o próprio Trevisan, tenha a real dimensão de sua importância e de seu trabalho na preservação de todos estes carros, troféus, recortes, vídeos, etc. Eu sempre falo e repito aqui: O TREVISAN É O CARA!

    PS: O Francis da outra postagem não sou eu, mas assino embaixo do que ele falou.

  10. antonio seabra disse:

    SIm, Flavio, melhor não poderia ser dito: Gratidão eterna ao Paulo !!!

    O trabalho dele é inestimavel, a paixão é ilimitada, e a vontade é indômita.

    Parabéns Amigo Paulo,

    Antonio

  11. Jonny'O disse:

    Um Salve ao Trevisan!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. nelson disse:

    Este é um gaucho que pensa Brasil !!! eternos aplausos.

  13. Luis Felipe disse:

    Caraca! Estou boquiaberto. Sério. Li três vezes a matéria porque não conseguia acreditar. Esse cara, o Paulo, merecia a Ordem do Cruzeiro do Sul pelo que fez! E ficar isento de pagar Imposto de Renda pelo resto da vida também. Em um país onde se destrói e corrói absolutamente tudo e não se preserva borra nenhuma, vide fábrica da Estrela e muitas, muitas outras coisas Brasil afora, é simplesmente fantástico ver que, ainda, existem pessoas do nível do Paulo Trevisan. Parabéns, parabéns e parabéns. Obrigado, obrigado e obrigado. Com certeza, irei lá para ver de perto essa maravilha. É só avisar quando será o dia da inauguração.

  14. elemar rudolfo altermann disse:

    a hora que tiver aberto ao publico quero visitar

  15. Conde disse:

    Realmente um vissionário . Esse projeto vai atrair muita gente apaixonada . Gratidão eterna mesmo .

  16. Francis disse:

    Trevisan é o tipo de pessoa que tem uma visão de futuro que muitos poucos tem, ao ponto de colocar toda sua energia em um projeto que muitos sempre acham que é uma besteira, uma tarefa impossível e por demais cara. Exceção somente para poucos como ele, Roberto Lee, Roberto Nasser entre pouquíssimos outros particulares com suas coleções é que devemos reverenciar e agradecer de todo coração por existirem e fazerem o que fizeram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>